Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação

O Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da UFERSA tem como objetivos a formação de recursos humanos qualificados nas áreas de ensino e pesquisa em Ecologia e Conservação, visando atender à crescente demanda por profissionais que atuem na área de ecologia, principalmente no semiárido nordestino. A capacidade de solucionar problemas relacionados com: (i) a contaminação e degradação do solo, (ii) a poluição e eutrofização dos ambientes aquáticos, (iii) a perda de diversidade biológica, (iv) os impactos ocasionados pela atividade de extração de petróleo e (v) o uso e ocupação desordenados das bacias hidrográficas, além da necessidade de qualificação para a gestão publica e planejamento ambiental, são aspectos fundamentais que devem permear a formação do ecólogo na nossa região.
De acordo com esta demanda, a Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da UFERSA tem como foco: (i) desenvolver pesquisas visando à solução de problemas ambientais relacionados aos ecossistemas aquáticos e terrestres do semiárido; (ii) formar docentes e pesquisadores para inserção em instituições de ensino e pesquisa; (iii) capacitar o profissional para o mercado de trabalho fornecendo ampliação dos conceitos e uso de novas metodologias; (iv) compreender a estrutura, dinâmica e funcionamento de comunidades e ecossistemas, bem como avaliar os padrões de diversidade biológica do semiárido; (v) realizar o manejo adequado dos recursos naturais; (vi) aumentar a capacidade dos docentes em obter recursos junto as instituições de fomento e otimizar as possibilidade de intercâmbios com outras instituições nacionais e internacionais; (vii) elaborar trabalhos científicos para publicações em periódicos nacionais e internacionais; (viii) formar profissionais capazes de realizar investigação de alto nível em Ecologia e Conservação.
Neste contexto, a formação profissional proposta pelo Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da UFERSA, fornecerá aos discentes bases teóricas e aplicadas para que o mesmo desenvolva um espírito investigativo e criativo. De uma forma mais holística, o profissional ao fim do curso deverá: (i) obter ou melhorar sua capacidade crítica diante do pensamento científico; (ii) ter e gerar conhecimentos sobre vários aspectos relacionados a ecologia e conservação; (iii) ser capaz de adaptar as mais diferentes condições de trabalho e estar apto a engajar-se em grupos de pesquisa ou instituições de ensino.
Visando relacionar os objetivos com a matriz curricular, propomos como disciplinas obrigatórias as seguintes disciplinas: Ecologia de Comunidades; Ecologia de Populações e Seminários em Ecologia. A estas se somam outras eletivas relacionadas ao estudo e a compressão dos ecossistemas aquáticos e terrestres, especialmente do semiárido nordestino, totalizando 28 disciplinas.

1 de outubro de 2014. Visualizações: 2395. Última modificação: 01/10/2014 14:54:16